Arnaldo Jabor e Cláudia Riecken sobre os Protestos em SP

Jabor dá sua opinião sobre os protestos

Cláudia responde:

A internet nos coloca em posição de responder. Taí mais um exemplo.

Postado em 15/6/2013 por Leo Carlos • Comments Off

México, o tigre Asteca

Imigração ilegal de mexicanos despencou.

1999: 55 migrantes para cada 1000 homens mexicanos
2010: 9 migrantes por 1000 homens mexicanos

Desde o primeiro governo Obama, o México tem crescido 4% a.a (pode ser de até 7%).

Várias indústrias grandes dos EUA se colocando no México para aproveitar a ABUNDANCIA DE ENGENHEIROS (o Brasil desacelerou porque tem FALTA de profissionais). Mesmo o salário no México sendo maior, compensa mudar as operações para lá porque o custo de transporte despenca.

Leitura Recomendada: Insourcing: a indústria dos Estados Unidos volta pra casa

Postado em 14/5/2013 por Leo Carlos • Comments Off

Entenda porque o dinheiro dos juros da dívida pública não é como a esmola do Bolsa Família

Captura de Tela 2013-05-11 às 12.19.07

Acabo de ler um texto do Sakamoto afirmando que o dinheiro dado aos ricos os torna vagabundos. Ele compara os rendimentos da dívida dos títulos do Tesouro Nacional ao programa Bolsa Família para refutar o argumento “dar dinheiro aos pobres os tornariam vagabundos”.

Olhando assim sem atenção parece bacana o insight porque os pobres estariam mais uma vez sendo oprimidos pela pesada bunda do Capital – assunto que dá muito ibope, inclusive um cara conseguiu ser presidente se aproveitando dessa ladainha, acredita?

Mas somos atentos à burrice.

Então que o dinheiro dos juros da dívida são entregues assim de graça, dado a quem pede (aos que tem carterinha de rico na associação dos ricos, é óbvio, nem todo mundo pode ser deste clube).

Não? Não funciona assim!? Nananinanão.

Os juros são pagos aos que detêm os títulos da dívida pública, e para ter um título é necessário comprar. Para comprar qualquer coisa, é necessário ter dinheiro acumulado. Para ter dinheiro acumulado é necessário acumular dinheiro ganho. Para ganhar dinheiro, é necessário trabalhar.

Mas ora Slonik, os porcos capitalistas não trabalham, eles exploram o trabalho alheio!

Trabalho não é somente braçal, amigo. Se você trabalha no nível braçal é porque:

  1. prefere não ter preocupações
  2. não tem capacidades de desenvolver um trabalho de nível mais alto

Trabalho braçal é fácil.

Mas ai, Slonik, levantar pedra na construção não é fácil!!!

Vou então explicar de outra forma: quantas pessoas sabem levantar pedras e quantas pessoas sabem projetar um prédio?

De 100 pessoas, 98 só sabem levantar pedras e 2 sabem qual é a organização ideal para que as pedras sirvam a um objetivo. Qual tem mais VALOR? Escolha 5 pessoas para construir um prédio: 5 que levantam pedras? Você não terá um prédio. Entendeu? Saber é muito mais difícil, saber é mais raro, e por isso, tem mais valor.

Voltando: trabalho braçal é pago com menos dinheiro porque tem mais gente que sabe fazer. Logo, aqueles que sabem organizar o trabalho braçal para atingir um objetivo são remunerados com muito mais, porque sem eles, não existe maneira possível de se atingir um objetivo. NÃO EXISTE MESMO. (ou talvez exista: EXTRATERRESTRES)

Então aqueles que trabalham recebem dinheiro (menos ou mais).

Ambos podem acumular dinheiro. Para o que recebe menos é muito mais difícil, porque ele precisa gastar quase todo seu dinheiro para viver. O que recebe mais pode acumular mais, mas somente se não gastar tudo o que ganha para viver.

Agora o pobre e o rico conseguiram acumular dinheiro e podem comprar títulos da Dívida Pública. Ambos irão receber juros, fruto do seu trabalho e da sua economia.

* *

O outro lado da comparação efetuada pelo carinha lá, é o Bolsa Família. Segundo ele, os ricos e os “classe média sofre” dizem que os pobres que recebem o Bolsa Família se tornam vagabundos. É óbvio que é inverdade, ele nem deveria cair na besteira de responder um argumento imbecil como este (mas isso é querer demais, afinal, imbecilidade é a especialidade dele).

O Bolsa Família distribui renda aos que não tem NENHUMA. Você dá condições de alguém sobreviver, não morrer de fome. É válido. Entretanto, esse país é corroído pela corrupção, e o dinheiro do Bolsa Família, assim como dinheiro de investimentos, de custeio de saúde e todos os outros dinheiros, são desviados de todo jeito possível pelo povo e governo corruptos que compõe esse país.

Enfim, considerando só o Bosla Família e sua intenção: que se dê dinheiro mesmo aos que não querem trabalhar. Sobrevivam mesmo sem esforço pois é assim que a sociedade decidiu que será.

Só não venham querer dar mais benefícios, dar casa, dar gás, dar uma boa vida sem que o cidadão precise trabalhar. Todos precisam contribuir para o crescimento da sociedade, e aqueles que não nasceram em berço de ouro (como eu e provavelmente você; afinal somos a maioria) tem que se virar com as parcas oportunidades que tem, e lutar para melhorar e dar um berço melhor para seus filhos.

É com trabalho que teremos indivíduos de respeito no Brasil, e não com esmolas do governo que remontam ao paternalismo de coronéis do passado.

Os juros da dívida não são dinheiro dado como a esmola do bolsa família. Sakamoto está errado (quase sempre está, sem surpresas aqui).

Postado em 13/5/2013 por Leo Carlos • Comments Off

Número de mortes na Segunda Guerra Mundial

jpeg

Foto do alechumer, do Museu das Armas, na França.

Postado em 3/5/2013 por Leo Carlos • Comments Off

Padre Beto sobre fidelidade, gays e a Igreja

Um padre inteligente desafiou pensar diferente, foi obrigado a se desligar da instituição Igreja.

Vejam o bispo velho dizendo que o Padre Beto é um “filho rebelde”:

Que nojo da Igreja, que vão para o inferno junto com essa visão da Idade Média.

Postado em 29/4/2013 por Leo Carlos • Comments Off